Domingo, 25 Fevereiro 2018 | Login
 Bujari /Acre
INÍCIO SOBRE

Bujari

Bujari é um município brasileiro, localizado no nordeste do estado do Acre. Limita ao norte com o Amazonas, ao sul com o município de Rio Branco, a leste com o município de Porto Acre e a oeste com o município de Sena Madureira. Sua área é de 3 467,681 km², com uma densidade demográfica (hab/km²) de 2,79, sendo que em 2010 possuía um IDHM de 0,589.

Bujari se situa a 23 km a Norte-Oeste de Rio Branco, capital e a maior cidade do Estado. Está a 196 metros de altitude, localizado nas seguintes coordenadas geográficas Latitude: 9° 49' 22'' Sul, Longitude: 67° 56' 51'' Oeste. A cidade tem população estimada para o ano de 2014 em 9.173. O município de Bujari originou-se nos idos de 1968/1969, com a construção da BR 364, trecho Rio Branco/Sena Madureira. Povoado elevado à categoria de Vila, em 1986. Elevado à categoria de município e distrito com a denominação de Bujari, pela Lei Estadual nº 1031, de 28-04-1992, alterado pela Lei Estadual nº 1066, de 09-12-1992, que o desmembrou de Rio Branco, assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Fonte: Wikipédia

000

About Author

Diretor Geral - RRC TV

Sou um jovem com o espírito sonhador, acredito que uma forma de transformamos o mundo em lugar melhor é através do empreendedorismo..

Itens relacionados (por tag)

  • Polícia deflagra operação de combate ao crime e cumpre mandados no Bujari

    A ação tem por objetivo combater os crimes tanto na área urbana quanto na rural de Bujari (Foto: Divulgação Sesp)

    A Polícia Civil cumpriu nesta quarta-feira, 16, seis mandados de busca e apreensão na cidade do Bujari a 25 km de Rio Branco. A ação tem como foco coibir e elucidar casos de crimes de furto, roubo e tráfico de drogas, tanto na área urbana, quanto na zona rural do município. Na cidade, foi apreendida certa quantia em dinheiro, entorpecente e material para embalo. Já na zona rural, uma pessoa foi presa e outras duas conduzidas coercitivamente.

    A diligência, coordenada pelo delegado Roberth Alencar, contou com agentes da Delegacia de Bujari e do Batalhão de Policiamento Ambiental (BPA) da Polícia Militar. O cumprimento dos mandados, tanto na área urbana e nos Ramais do Cacau e da Fumaça, ocorreu simultaneamente.

    Investigadores da Polícia Civil identificaram Francisco das Chagas Bezerra da Silva, 29 anos, o Chico Banguela, como suspeito de um incêndio criminoso na zona rural. Ainda segunda a investigação, ele estaria escondendo pessoas em conflito com a lei [foragidos da justiça], em uma propriedade invadida por ele no Ramal do Cacau, localizado no km 86 da BR-364, sentido Bujari/Sena Madureira.

    Na Delegacia do Bujari, existem vários boletins de ocorrências de crimes praticados na região dos Ramais Cacau e Fumaça (Foto: Divulgação Sesp)

    Do referido lugar foram conduzidas coercitivamente outras duas pessoas para prestar esclarecimentos perante autoridade policial. Além disso, foram apreendidos bens sem origem, incluindo motosserras e outros apetrechos de fabricação artesanal.

    Na Delegacia do Bujari, existem vários boletins de ocorrências de crimes praticados na região dos Ramais Cacau e Fumaça, sendo a maioria de incêndios a residência, furto, roubo, invasão de terras, ameaças, tráfico de drogas e até homicídios em que, supostamente, Francisco das Chagas Bezerra da Silva estaria envolvido.

    “Essa operação foi a primeira de uma série de ações policiais planejadas pela Secretaria de Estado de Segurança Pública para coibir os crimes contra o patrimônio e o tráfico de entorpecentes na cidade do Bujari”, disse Roberth Alencar.

    Com informações da assessoria da Polícia Civil

  • Polícia Militar pende suspeito de roubos a agência bancária no interior

    Cascata” estava foragido da justiça após tentar invadir uma agência da Caixa (Foto: Reprodução do Whattsapp)

    Na tarde desde sábado, 27, por volta das 16 horas, uma guarnição se deparou com um indivíduo conhecido como “cascata”, que estava foragido da justiça após tentar invadir uma agência da Caixa.

    As guarnições do 3° Batalhão, tentou abordar o suspeito na Travessa Havaí, bairro pista, quando Ademilson Moreira Soares notou a presença policial adentrou em uma festa infantil e se disfarçou de convidado. Até o momento os militares não sabiam que “Cascata” era foragido da justiça, então resolveram continuar o patrulhamento pela região.

    Os militares perceberam que o suspeito tentou deixar o local e fugir na garupa de um moto táxi, mas a fuga não foi longe, cerca de 500 metros a frente uma viatura ia passando e reconheceu o individuo, que instantes atrás havia se evadido sorrateiramente da abordagem.

    Para os militares o autor assumiu a participação deste e de outros roubos grandes da cidade, como a grandes lojas de eletrodomésticos e redes bancárias. Segundo ele “só rouba de quem tem, essa é sua profissão”. Cascata foi preso em cumprimento ao mandado de prisão expedido pela Comarca do município do Bujari e ficará a disposição da justiça para pagar pelos seus crimes.

Entre para postar comentários